GABARITO ESPCEX 2021 - ELABORADO PELOS NOSSOS MESTRES

Atualizado: 28 de set. de 2021

Vamos disponibilizar aqui o gabarito da ESPCEX 2021 elaborado pelos mestres do GETEPE.


DIA 26/09


MATEMÁTICA - PROVA MODELO D - PROFESSORES TSU, FLÁVIO, PAULINHO, ADRIANO E PH - 100% idêntico ao gabarito Oficial publicado pela EsPCEx

1.C

2.C

3.E

4.D

5.E

6.D

7.B

8.A

9. E

10.E

11.D

12.B

13.C

14.D

15.A

16.B

17.A

18.A

19.C

20. B


HISTÓRIA - PROVA MODELO D - PROFESSORES ZAVO LIMA E GERSON

33 - C

34 - B

35 - A

36 - E

37 - B

38 - D (GABARITO OFICIAL C)

39 - A (específica)

40 - D (específica)

41 - E

42 – D

43 - E (confusa)

44 - C

Comentário da prova de História:

Prova de nível elevado, quatro questões difíceis e que darão pano para discussão (Cruzadas, Guerra do Paraguai, Segunda Guerra Mundial e Descolonização Afro asiática). Diferente dos outros anos, houve uma dispersão maior de temas na prova. História Geral ficou bem diversificada e distribuída em Id. média, Id. moderna e Contemporânea, dessa vez, na Contemporânea voltando a ter ênfase no tão esperado século XX, o século das guerras (cantei essa bola - prof. Zavo Lima) e em História do Brasil caiu Período Militar depois de tanto tempo (como disse em aulas, se cair Período militar, com certeza seria o milagre econômico, não deu outra, ponto para nós rsrs). Prova que teve questões fácies que estavam bem claras, algumas medianas, mas teve questões capciosas, como a questão das Cruzadas, induzindo o aluno ao erro. Enfim, no geral, prova padrão Espcex, conteudista e que contempla os conhecimentos específicos de História ministrados por nós professores do Curso General Telles Pires. Prof. Zavo Lima.


GEOGRAFIA - PROVA MODELO D - PROFESSOR RICARDO MARCÍLIO

21 - D

GEOMORFOLOGIA (AGENTES INTERNOS DO RELEVO)

A figura ao lado representa a divisão do planeta em placas tectônicas...


22 - A

GEOPOLÍTICA (RÚSSIA X UCRÂNIA)

Noticiou-se recentemente o aumento das hostilidades entre a Ucrânia e a Rússia, sete anos após a ocupação


23 - A

GEOPOLÍTICA (REGIÃO DO CAUCÁSO)

O caucáso, por sua localização estratégica, é uma região geopolíticamente conflituosa..


24 - E

BLOCOS ECONÔMICOS/ECONOMIA GLOBAL

Brasil e México são dois países de destaque no cenário latino-americano, apresentando semelhanças...


25 - B

GEOPOLÍTICA (UNIÃO EUROPEIA)

A União Europeia (EU) resulta de um longo processo de integração que possui mais de meio século, apesar de


26 - B

GEOPOLÍTICA (CHINA)

A chamada estratégia de ascensão política adotada pela República popular da China....


27 - E

CLIMATOLOGIA (CLIMA DO BRASIL)

O ar atmosférico está sempre em movimento, na forma de massas de ar


28 - A

VEGETAÇÃO / BIOMAS DO BRASIL

Uma família resolve viajar pelo Nordeste, fotografando a diversidade da sua paisagem natural...


29 - D

CARTOGRAFIA (CURVAS DE NÍVEL)

O extrato da carta ao lado representa a topografia de um povoado....


30 - B

POPULAÇÃO (TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA)

Define-se "transição demográfica" o processo pelo qual as sociedades passam de um estágio inicial...


31 - A (GABARITO OFICIAL D)

ESTAÇÕES DO ANO (SOLSTÍCIOS/EQUINÓCIOS)

Uma professora de Geografia aproveitou o dia 20 de Junho de 2020 (solstício de verão no hemisfério Norte),...


32 - C

GEOPOLÍTICA/ECONOMIA DA AMÉRICA DO SUL

Com suas economias historicamente voltadas para o mercado externo, os países sul-americanos...


Comentário sobre a prova:

A prova estava em um nível médio para difícil, principalmente nas questões de geopolítica e atualidades; as questões traziam algumas informações complexas, que só poderiam ser eliminadas facilmente pelos alunos se eles realizassem a prova com estratégia, identificando afirmações certamente certas e afirmações certamente erradas, e eliminando alternativas com base nessa análise. Com um bom percentual de questões de geopolítica (50% da prova), a prova se tornou mais difícil sob essa ótica. As questões de Geografia física foram de nível médio/fácil; um aluno com uma boa carga de estudos responderia facilmente. A prova foi pouco abrangente e trouxe poucas análises de textos. Temas como agricultura, indústria, meio ambiente e urbanização praticamente não apareceram na prova.


INGLÊS - PROVA MODELO D - PROFESSORAS MARI E MANDY

45-C

46-C (GABARITO OFICIAL D)

47- A

48- D

49-A

50- B

51- C

52- E

53- E

54- B

55- C

56- B

Não houve nenhuma questão que possa ter causado problemas.

A prova teve um vocabulário mediano, com questões fáceis, considerando o aumento de peso de 1,0 para 1,5.

A maior parte foi cobrança de gramática e vocabulário e a interpretação de texto estava bastante tranquila.

Mari e Mandy



DIA 25/09


QUÍMICA - MODELO C - PROFESSORES LARANJA E PILHA - 100% idêntico ao gabarito Oficial publicado pela EsPCEx

Gabarito QUIMICA - EsPCEx (1)
.pdf
Download PDF • 122KB

LÍNGUA PORTUGUESA - MODELO C

1. b

2. e

3. b (GABARITO OFICIAL D)

4. e

5. a

6. b

7. d

8. a

9. c

10. a

11. b

12. c

13. d

14. c

15. a

16. c


LITERATURA - MODELO C - 100% idêntico ao gabarito Oficial publicado pela EsPCEx

17-D (Primeira estrofe de Os Lusíadas, Camões. Classicismo);


18-C (Romantismo - Revolução industrial) [eu e o Zavo falamos disso na aula hj TB];


19-A Simbolismo = sinestesia (repetiu a Questão 17 do ano passado);


20-E (Realismo = Machado de Assis criticando o estilo romântico na obra Memórias Póstumas de Brás Cubas)


FÍSICA - PROF ADRIANO MONTEIRO

A prova de Física apresentou-se como nos anos anteriores, abordando temas clássicos como associação de molas, conceitos básicos de óptica e eletrostática. Todos os temas de física que caíram no certame foram trabalhados exaustivamente pelos professores. Parabéns à equipe de Física GETEPE.


PROVA DE FÍSICA MODELO C

21 - C

22 - B

23 - D

24 - E

25 - A

26 - A

27 - D

28 - A (GABARITO OFICIAL C)

29 - E

30 - A

31 - C

32 - B



REDAÇÃO - PROF MARCUS


Os alimentos com os quais o sujeito contemporâneo se alimenta têm sido objeto do debate social em torno das consequências de seu consumo. Tal discussão visa à compreensão sobre a responsabilidade do ônus desse consumo: a culpa seria do sujeito ou do estímulo massivo promovido pela indústria alimentícia? Eis a questão apresentada hoje, dia 25 de setembro, na prova dissertativa do exame para ingresso na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, mais conhecida como EsPCEx.

Em se tratando de dissertação-argumentativa, o candidato a uma vaga nesta instituição foi requisitado a escrever um texto buscando convencer o leitor sobre quem cairia tal ônus. Para escrevê-lo, uma coletânea à disposição do caminho argumentativo a ser escolhido: no texto 1, é apresentada a relação entre a pandemia – causada pelo novo coronavírus – e o aumento do consumo de alimentos industrializados. Apesar de práticos e saborosos, é apontado a contraparte de seu uso: desde a diabetes, a obesidade, até os problemas cardiovasculares.

Já o texto 2, um excerto de entrevista feita com um estudioso no assunto, o norte-americano Michael Moss, já esse texto aponta o consumidor como o culpado. Mas o estudioso pontua tal como pequena quando se leva em conta a culpa da indústria alimentícia: além de se valer de toda uma engenharia voltada para que o consumidor sinta o máximo prazer possível, há também toda uma maquinária de marketing cuja finalidade é estimular numa escala inimaginável o consumo do seguimento junk food. Tudo em nome do lucro. Ambas tecnologias – a engenharia de alimentos e a maquinária de marketing - fazem do consumidor alguém incapaz de reagir a tamanha violência.

O texto seguinte apresenta uma paráfrase do documentário brasileiro Muito além do peso. A tônica deste filme está nas consequências dos alimentos industriais nas crianças. Estas, como o demonstra o comentário sobre essa obra fílmica, sofrem não somente de obesidade, mas ainda com o bullying, a depressão chegando ao câncer. Ou seja, consequências nefastas às gerações que assumem as rédeas sociais no futuro próximo.

Por fim, o texto 4 retoma os fios narrativos já explorados nos textos anteriores, acrescentando o seguinte: além da obesidade, o consumo desse tipo de alimento também provoca desnutrição em massa e alterações climáticas. Como é de se esperar de uma instituição séria como o é o Exército do Brasil, tais informações são respaldadas em fontes científicas rigorosas. É preciso pontuar esse rigor, já que neste momento nossas vidas são violentadas com grande frequência por fake news, com terraplanismos, negacionismos medievais e outras baboseiras. Além desse acréscimo, esse último texto aponta a influência dessa indústria no Congresso, na forma de lobby. Em suma, aponta para o modo como a política é exercida com o fim não do bem-estar do sujeito contemporâneo. É exercida com o fim do crescimento da indústria alimentícia. Tudo em detrimento da saúde do sujeito que deposita nela sua confiança. Tudo em nome do lucro.

Um excelente tema, uma ótima questão para pensar. E sobretudo: para escrever.

Escrever e reescrever e escrever e reescrever e transformar-se... é preciso, diz este professor de redação ledor de Pessoa.


Prof. Marcus

Primavera - 2021



1.224 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

GETEPE +