GABARITO SOLDADO PMSP 16/05 - Elaborado pelos nossos professores



Gabarito elaborado pelos nossos professores da Prova de ontem 16/05, para Soldado da PM de São Paulo.





GABARITO INFORMÁTICA

51. Um usuário, por meio do Explorador de Arquivos do MS-Windows 10, ambos em configuração original, e com as permissões necessárias, abre a pasta raiz de um pendrive conectado a seu computador.

(A) copiar o arquivo selecionado para a Área de Trabalho.


52. Observe a imagem a seguir retirada do MS-Word 2010, em sua configuração padrão, que mostra 5 palavras digitadas em 5 parágrafos distintos.

(E) Estado: tachado e justificado.


53. Observe a imagem a seguir, que apresenta uma planilha elaborada por meio do MS-Excel 2010, em sua configuração padrão.

(C) 5


54. Um usuário escolheu um botão de ação, exibido na imagem a seguir, e o inseriu em um dos slides de sua apresentação elaborada por meio do MS-PowerPoint 2010, em sua configuração original.

(D) Próximo slide


55. Um soldado deseja abrir uma nova guia na janela ativa do Google Chrome versão 87, em sua configuração padrão.

(B) Ctrl + T


GABARITO DE ATUALIDADES

48. A partida entre o Paris Saint-Germain e o Istambul

(D) pelo combate a práticas racistas.


49. As principais praças do país ficaram lotadas na noite de

(B) do Chile.

50. No início de fevereiro de 2021, no tocante à tragédia

(E) fez um acordo no valor de R$ 37,68 bilhões com

o governo de Minas, o Ministério Público de Minas

Gerais e outras instituições, com o intuito de amenizar

os impactos do rompimento da barragem de

Córrego do Feijão.


GABARITO DE ADM

56. É de fundamental importância o conhecimento por parte dos agentes do Estado dos direitos e garantias fundamentais previstos na Constituição Federal. Neste contexto, é correto afirmar, sobre esse tema, com base na Constituição Federal de 1988, que:

(E) não é permitido a ninguém ingressar na casa alheia sem o consentimento do morador, exceto se em decorrência de determinação judicial ou nos casos de flagrante delito, desastre ou para prestar socorro.

57. Sobre os direitos políticos, com base na Constituição Federal de 1988, é correto afirmar que

(B) a idade mínima para elegibilidade ao cargo de Governador de Estado é de 30 (trinta) anos.


58. Secretário Municipal de Saúde, no exercício de sua função pública, requisita para si e para sua esposa dose de medicamento escasso e cuja distribuição é controlada, sem cumprirem os requisitos de priorização estabelecidos em plano nacional amplamente divulgado. Nesta situação hipotética, além de eventuais ilícitos civis, penais e administrativos, é correto afirmar que o Secretário violou os seguintes princípios da Administração Pública expressamente previstos no texto constitucional:

(D) moralidade e impessoalidade.

59. É correto afirmar sobre a Polícia Militar, com base na Constituição do Estado de São Paulo, que

(A) ao Corpo de Bombeiros, além das atribuições definidas em lei, incumbe a execução de atividades de defesa civil.

60. O acesso à informação detida pelos órgãos públicos é um dos direitos mais relevantes para o controle social da Administração Pública. Sobre esse tema, é correto afirmar, com base na Lei Federal no 12.527/2011, que

(D) as informações ou documentos que versem sobre condutas que impliquem violação dos direitos humanos praticada por agentes públicos ou a mando de autoridades públicas não poderão ser objeto de restrição de acesso.


COMENTÁRIO GERAL DA PROVA DE HISTÓRIA GERAL E DO BRASIL


As questões do exame de 2021 apresentaram uma dificuldade um pouco acima da média do que tem se apresentado nos últimos anos, sobretudo por um apego a detalhes históricos que poderiam passar uma impressão de maior profundidade e dificuldade do que realmente era exposto. Ainda assim, o candidato com uma visão geral dos contextos abordados conseguiria responder com tranquilidade, haja vista que as temáticas propostas eram todas recorrentes.

A questão “36” foi aquela com maior dificuldade em razão da indução de erro que a alternativa que cita o “acordo de Munique” poderia gerar. Todavia, essa alternativa alega que a Polônia perde sua autonomia nesse acordo, o que não condiz com a realidade. Portanto, a correta é aquela cita a neutralizada das potências ocidentais diante do falangismo que levaria a democracia espanhola ao colapso. A correta é a alternativa “E”.

A questão “37” abordava a Política de Coexistência Pacífica proposta pelo líder soviético Nikita Khruschev que, como é dito na alternativa “C”, propunha uma nova modalidade de acordo com os EUA em meio as tensões da Guerra Fria (1945-91).

A questão “38” fala da difusão de ideias fascistas ao longo dos primeiros anos da Era Vargas (1930-45), fenômeno que teve no surgimento do movimento integralista a sua grande expressão. A correta é a “A”.

A questão “39” indagava o candidato acerca de detalhes da Constituição de 1891, que estabelecia, dentre outras coisas, o presidencialismo com mandato de quatro anos sem reeleição, não previa a Justiça Eleitoral, não permitia o voto feminino e não permitia que os estados organizassem forças militares próprias. O que faz da alternativa “A” a correta.

A questão “40” comentava o AI-5, momento de maior endurecimento do regime militar, ao passo que o Presidente da República passou a ter poderes ilimitados de cassação de mandatos, direitos políticos e de aposentar funcionários públicos compulsoriamente. Entretanto, embora o Congresso Nacional tenha sido fechado nessa ocasião, o AI-5 não dava ao presidente o poder de intervir nas ações internas do poder legislativo federal e estadual, o que então faz da alternativa “D” a correta.

Por fim, a questão “41” trazia o contexto de reabertura política nos anos 1980, já no governo João Figueiredo (1979-85), no qual a Lei de Anistia, como é dito na alternativa “B” instituiu o perdão geral a todos os crimes políticos cometidos ao longo dos 21 anos de regime militar, tanto aquele infringidos por opositores como também por militares. Em resumo, a prova apresentou uma dificuldade elevada, mas premiou o aluno que acompanhou o curso completo.


GABARITO DE PORTUGUÊS ( MARCUS, ROMEU E FÁBIO)

01. É correto afirmar que, no texto, a descrição da pessoa resiliente

(C) projeta um tipo idealizado, dotado de qualidades a serem buscadas no enfrentamento da realidade.

02. No último parágrafo, o episódio do conto de Kafka é usado pelo autor como

(B) modelo de comportamento a ser adotado ante as dificuldades que se interpõem no caminho.

03. Os conceitos que caracterizam adequadamente as três camadas da pessoa resiliente, como descritas nos parágrafos 2o , 3o e 4o , são, respectivamente,

(C) resistência, restabelecimento com conhecimento, revitalização.

04. Observe os trechos destacados nas passagens seguintes. Na primeira, suporta: recebe o golpe sem desabar. (2o parágrafo) O resiliente consegue aprender com o golpe sentido (3o parágrafo) Esses trechos expressam, nos contextos em que se encontram, as noções, respectivamente, de

(A) causa e companhia.

05. Observe a relação de sentido estabelecida pela conjunção “e” entre os enunciados da passagem – Ouve a crítica e não “desaba”. Essa mesma relação de sentido está presente em:

(B) … experiencia a dor e continua de pé…

06. Assinale a alternativa que reescreve o trecho destacado na passagem – O tipo aqui descrito nunca se vitimiza, mesmo se for a vítima. –, preservando o sentido original.

(A) ainda que seja a vítima

07. Observe o emprego dos parênteses e dos dois-pontos nas passagens. O tipo ideal que estamos tratando sabe a extensão da dor, mas se considera (ou é de fato) mais forte do que as ondas das adversidades. Sempre é bom ser resiliente e todos os palestrantes e livros têm razão: sem resiliência em algum grau, épico ou homeopático, é impossível enfrentar o mundo. É correto afirmar que

(D) os parênteses isolam um comentário que se põe como alternativa a uma afirmação anterior; os dois- -pontos introduzem um comentário que reforça a afirmação anterior.

08. Nas passagens – Sinto o golpe, não desmonto (fase um) e ainda recupero a posição anterior ao golpe, com o acréscimo de algo novo. / Quase sempre são inexistentes. – os termos destacados expressam nesses contextos, respectivamente, as noções de

(E) inclusão e generalização.